quinta-feira, 13 de fevereiro de 2014

LEITOR DE VEJA AGRADECE REVISTA POR REPORTAGEM SOBRE "FUNK"




Por Alexandre Figueiredo

Agora que a reacionária revista Veja se rendeu ao "funk", e a intelectualidade "mais bacana do país", aquela que quer um país culturalmente mais brega, não consegue mais explicar o porquê desse "abraçaço" da grande mídia.

Tomados de total silêncio, eles caíram em contradição não conseguindo convencer da falsa ideia de que seus ídolos cafonas e derivados "sempre foram discriminados pela grande mídia" e não conseguem também convencer do suposto "pavor" que os "sucessos do povão" faz ao baronato midiático.

Pois não só Veja deu seu "beijinho no ombro" ao "funk ostentação" - e, não só isso, pois TODO O "FUNK" foi reportado elogiosamente pela mesma revista que "criminaliza" os movimentos sociais - como um leitor veio agradecer ao periódico pela reportagem publicada.

Guilherme Lázaro Mendes, de Osasco - de onde surgiu MC Guimé, que até pouco tempo atrás era a vedete do dirigismo cultural das esquerdas médias, até ser adotado pela revista que tem Reinaldo Azevedo e Augusto Nunes como seus astros principais - , havia escrito a carta que é integralmente reproduzida nas imagens escaneadas acima, na edição de 05 de janeiro de 2014.

"Fiquei maravilhado com a descoberta territorial de viver nesse enclave e, principalmente, com a pose de MC Guimê (...) na capa de Veja. Como osasquense orgulhoso e conhecedor dos terrenos por onde anda o tatuado na capa - Guimê é do Novo Osasco, bairro em que nasci e fui criado - , senti satisfação em ver destacada minha nação, que há pouco tratou de invadir "como vândalos" os shopping centers de vossos feudos", escreveu Guilherme.

Como é que a grande mídia dá tanto apoio ao "funk" ao ponto de uma revista que prega até a prisão perpétua para o Movimento dos Sem Terra, mas que apoia os funqueiros, se tornar referência para um leitor sobre a divulgação dessa "cultura da periferia"?

Depois de Waldick Soriano, Zezé di Camargo & Luciano, Banda Calypso, Michel Teló, Raça Negra e outros pseudo-subversivos que recebem o mais carinhoso abraço dos barões da grande mídia, agora MC Guimé (ou MC Guime ou MC Guimê) faz seu "rolezinho" na grande mídia sem causar o menor incômodo do baronato midiático. Quem será o próximo?

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...