quinta-feira, 23 de janeiro de 2014

MUNHOZ E MARIANO TROCAM "CAMARO AMARELO" POR ARMA "DE BRINQUEDO"


Por Alexandre Figueiredo

A música brega-popularesca tem seus incidentes sérios. De vez em quando, uma "brincadeira" ali, uma "provocação" acolá, um "errinho" por aí, um acidente fatal com outras vítimas no caminho, envolvem os supostos "ídolos populares" que acabam criando problemas sérios para si mesmos.

Desta vez foi uma foto recente da dupla Munhoz & Mariano, do sucesso "Camaro Amarelo" - do refrão "Agora eu fiquei doce, doce, doce, doce" - , em que, numa festa, posam ao lado de seu empresário, Joaquim Júnior, exibindo uma garrafa de bebida alcoólica, uma faca e um revólver que dizem ser "de brinquedo".

A foto causou repercussão bastante negativa nas mídias sociais. Tanto que a dupla mandou uma mensagem exaltando a amizade que tem com o empresário e "afirmando" que a arma era "de brinquedo" e a faca era usada para o churrasco.

Com um sucesso que expõe essa dupla, ícone do chamado "sertanejo universitário", a todo o público infanto-juvenil, em especial crianças e gente que mal entrou na adolescência, a dupla, ao expor essa foto dotada de ironia e irreverência, expressou ambiguidade de sentido que pode trazer consequências bastante perigosas.

Desde que Xuxa Meneghel tentou ocultar seu passado sensual para se projetar como apresentadora infantil - musicalmente sob a batuta do hoje "injustiçado" Michael Sullivan - , e quando É O Tchan e o "funk carioca" banalizaram a pornografia até mesmo nas mentes de meninas pobres com menos de 15 anos de idade, o brega-popularesco se aproveita do vazio de valores para "polemizar".

Pelo jeito a intelectualidade cultural dominante, entusiasmada com a bregalização do país ocupando todo tipo de espaço, e se autopromovendo com episódios como o caso Procure Saber e os rolezinhos para anunciar a "Revolução Brega" no Brasil, deve estar adorando.

Dá até mesmo para imaginar o que um intelectual "bacana" escreveria a respeito da dupla Munhoz & Mariano, heroificada por tal escriba "pensante", a respeito da foto publicada na manhã do último dia 22, no Instagram:

"A dupla Munhoz & Mariano apavorou a sociedade estabelecida, já assustada com os rolezinhos, com as elites assustadas com a invasão do popular (sic) em todos os espaços imagináveis ou não. Vindo de Camaro Amarelo com garrafa de bebida em punho, eles desafiam a sociedade moralista-policialesca-elitista que não quer que seus patrícios morram em acidentes de trânsito, mas aceita que o povo das periferias seja metralhado pelas forças policiais. Numa atitude provocativa em tempos pós-modernos, pós-tropicalistas, pós-moralistas e pós-tudo, Munhoz & Mariano conquistam novos espaços com exemplo de bravura e desafio às ordens estabelecidas".

É um tipo de comentário que, publicado na Internet, gera aplausos. O escriba cria sua "polêmica" e fica feliz, porque ele pensa que está transformando a História com polêmicas e provocações gratuitas. Acha que vai derrubar o que ele entende como "sociedade moralista", e fazer "socialismo" com a bregalização do país.

Só que ninguém é feliz porque é "contraditório", "provocativo" ou "polêmico". Esse hábito de pôr as coisas no "meio-termo" entre a raiva de uns e a condescendência de outros, geralmente demonizando a indignação contra tudo que for bregalização, não garante a reputação segura de seus ideólogos nem dos ídolos relacionados nessa retórica de defesa.

Pelo contrário, a atitude de Munhoz & Mariano só revela um país em crise de valores, em que o "mau gosto popular" exerce sua hegemonia absoluta, uma supremacia que até poderia ter os seus espaços na sociedade, mas não dessa forma quase absolutista que hoje sufoca a MPB e outras manifestações de progresso artístico-cultural.

Poucos percebem que breguice é retrocesso, é deixar o pobre no estágio em que está. Sem cultura de verdade, sem arte, sem valores morais, sem valores sócio-culturais. O "vale-tudo" do brega não promove o progresso cultural do povo pobre e só garante a manutenção da ditadura midiática e mercado dominante. E não adianta a intelectualidade "bacana" fazer vista grossa.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...