domingo, 29 de dezembro de 2013

REINALDO AZEVEDO USA GLOBO NEWS COMO TRAMPOLIM


Por Alexandre Figueiredo

Reinaldo Azevedo, o violento blogueiro da decadente revista Veja - aquela que persiste mesmo juntando pilhas de exemplares encalhados em todo o país - , pratica seu alpinismo profissional. Tenta se proteger da crise de Veja, alimentando sua própria visibilidade em outros meios.

Depois de ganhar uma coluna na Folha de São Paulo, o reacionário jornalista agora faz suas "visitas" à Globo News, tentando conquistar aos poucos os espaços televisivos, na esperança de encontrar algum espaço próprio e constante.

Ontem de noite, ele foi um dos convidados do programa Globo News Painel, ao lado do "filósofo" Luiz Felipe Pondé e Bolivar Lamounier, ambos figuras conhecidas entre a patota do Instituto Millenium.

A pauta não poderia ser outra: "debater" os conceitos de direita e esquerda no Brasil. E, com toda a pretensa "sabedoria" de "juiz desinteressado" de Reinaldo Azevedo, ele tenta minimizar os efeitos da direita na grande mídia brasileira.

Ele é "imparcial". Para ele, não existe direita no Brasil. Como um Olavo de Carvalho mais pop, Reinaldo acredita que a direita é fraquinha e a esquerda é irremediavelmente corrupta, exagerando posturas, contextos, inventando coisas, se aproveitando da oposição política ao PT.

Ele deve imaginar que seu estilo agressivo de atacar instituições e pessoas, quase como um troleiro profissional - que inspira reacionarismos brucutus até de busólogos "críticos" da Baixada Fluminense ou professores mineiros escondidos em fóruns de samba e chorinho - . é apenas uma questão de "natural indignação" com os rumos do país.

No entanto, seu obscurantismo ideológico, que não deve ser confundido com a natural liberdade de se criticar as esquerdas e de cobrar alguma postura autocrítica de José Dirceu e José Genoíno, incomoda não só pela visão um tanto irreal da realidade, mas pela forma como ela é transmitida, ora com muita ironia, ora com muita raiva.

É como se Reinaldo Azevedo se achasse um juiz informal situado no "acostamento" da opinião pública. E do jeito que ele atrai seguidores, com seu extremo reacionarismo quase medieval - ele só difere de Olavo de Carvalho por ser mais "moderno": Olavo parece viver ainda no século XV - , como companheiro de pseudo-modernices reacionárias de Diogo Mainardi.

Mainardi já é figurinha da Globo News, por causa do Manhattan Connection. Em outros canais, Augusto Nunes conduz o programa Roda Viva numa pauta vejista. A turminha ainda ganhou a adesão do roqueiro Lobão, que ganhou espaço na revista Veja.

Com seus amiguinhos buscando maior visibilidade na mídia direitista, Reinaldo Azevedo sonha em ter algum espaço próprio regular, pelo menos semanal, na televisão, na esperança não de necessariamente defender alguma alternativa viável ao PT, mas de pregar a colocação de algum nome o mais direitista possível no comando do país. Convém ficarmos de olho.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...