segunda-feira, 28 de outubro de 2013

ROBERTO CARLOS AGORA DIZ DEFENDER BIOGRAFIAS NÃO-AUTORIZADAS, "COM CONVERSA"


Por Alexandre Figueiredo

O cantor Roberto Carlos deu uma entrevista à repórter Renata Vasconcellos, exibida ontem no Fantástico da Rede Globo, mostrando-se aparentemente "flexível" quanto à produção de biografias sem prévia autorização do biografado.

Roberto é um dos líderes do movimento Procure Saber, ao lado de figuras como Caetano Veloso, Chico Buarque e Gilberto Gil, mais a adesão de Djavan, Milton Nascimento e Erasmo Carlos e do apoio "informal" de Vanessa da Mata e Jorge Mautner.

O movimento que defende os artigos 20 e 21 do Código Civil sobre a obrigatoriedade da autorização do biografado ou de qualquer de seus herdeiros legais a produção de documentos a seu respeito, como uma forma de zelar, com um certo rigor, a imagem do biografado e sua privacidade.

Diante da polêmica causada pelo Procure Saber, acusado de defender a censura e contrariar os interesses da classe dos editores, seus membros procuraram se manifestar à sua maneira, tentando justificar seus posicionamentos aparentemente proibidores, entre outros depoimentos.

Caetano Veloso havia escrito, em sua coluna de O Globo, que, entre a liberdade de expressão e o direito à privacidade, "muito cuidado é pouco". Chico Buarque tentou dizer que "nunca" foi entrevistado por Paulo César Araújo, até este divulgar um vídeo - do qual foram extraídas fotos - sobre tal entrevista.

Agora Roberto Carlos dá seu parecer e, aparentemente, mostrou-se "flexível" em relação às biografias a seu respeito, depois de mandar proibir, através de processo judicial, a publicação do livro Roberto Carlos em Detalhes, do mesmo Paulo César Araújo. Com o livro fora de circulação desde 2007, ano de seu lançamento, Roberto admite permitir sua volta às livrarias do país.

Roberto, no entanto, argumentou que defenderia biografias não-autorizadas "com conversa". É um argumento muito estranho, porque na prática ainda é uma autorização. Roberto argumentou que a biografia de Araújo pode circular, desde que "certos trechos" sejam eliminados de seu texto.

BIOGRAFIA OFICIAL

O artista capixaba ainda revelou que está escrevendo a sua própria biografia. Roberto Carlos garante que contará tudo que, segundo ele, deverá ser contado, principalmente os detalhes sobre o acidente de trem que o fez amputar uma das pernas.

Roberto acrescentou na entrevista para o Fantástico que sua biografia poderá render três livros. Ele está escrevendo os depoimentos a respeito de sua vida e carreira, e espera que um escritor faça o texto final da biografia.

Sobre o acidente ocorrido na infância, Roberto foi enfático. "Ninguém poderá contar do meu acidente melhor que eu. Ninguém poderá dizer o que eu senti e o que eu passei, porque isso aí só eu sei", afirmou.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...