quinta-feira, 18 de abril de 2013

MACHISMO E O 'BULLYING' CONTRA NERDS


Por Alexandre Figueiredo

A vulgaridade feminina trabalhada pela grande mídia, não somente no Brasil quanto no exterior, aposta não só na exploração da imagem coisificada da mulher "sensual", mas também na exploração do imaginário masculino de forma mais fútil.

Um vídeo do YouTube mostra um nerd estereotipado e caricato paquerando a ring girl Arianny Celeste num elevador, enquanto ela, indiferente, faz striptease e depois vai embora. Ring girls são conhecidas aquelas moças que seguram plaquetas nas lutas de MMA, a versão mais moderna e mais agressiva das lutas livres.

Evidentemente, ring girls não são para nerds. Elas são para homens fortões e viris. O vídeo, embora force a associação das ring girls ao imaginário nerd, soa como uma espécie de bullying, até porque essas moças fazem parte de um contexto bastante oposto, ligado a homens brutamontes de corpões anabolizados.

O vídeo tenta brincar com a imagem um tanto pejorativa do nerd, a de um punheteiro compulsivo e abobalhado. O que prova o quanto a mídia lá de fora, respaldada pela grande mídia daqui, trabalha a imagem do nerd conforme as conveniências, mas sempre de forma tendenciosa e discriminatória.

No Brasil, isso se torna mais claro. A imagem do nerd brasileiro é deturpada de dois sentidos. No sentido negativo, é o garoto solitário abobalhado que merece ser humilhado porque "não aproveita" as "boas coisas" da vida. Um verdadeiro "saco de pancadas" até mesmo virtual, sobretudo vítima da trolagem (espécie de vandalismo digital).

Já a imagem "positiva" se remete não ao nerd que conhecemos através do seriado The Big Bang Theory, mas de um "frakenstein" que mais parece um "mauricinho" robusto ou gorducho, geralmente barbudo, bem sucedido demais na vida para ser um verdadeiro nerd e que só tem como "diferenciais" a apreciação de histórias em quadrinhos e ficção de aventura e a fixação por informática.

Tanto num sentido quanto no outro, o verdadeiro nerd (o da "teoria do big-bang") sai prejudicado. Ou ele é humilhado por outros rapazes e condenado a ficar com "boazudas" descerebradas ou a fazer o jogo dos valentões, ou ele é deixado de lado pelo valentão enrustido, que se acha "nerd" só porque fica mais tempo usando a Internet.

Quanto ao gosto por mulheres, os nerds autênticos, conhecidos por sua inteligência, se identificam muito mais com Rachel Bilson e Emma Watson do que com Arianny Celeste e Nicole Bahls. A sociedade machista enrustida no Brasil - aquela que recorre ao puxa-saquismo da causa LGBT para disfarçar o machismo doentio - ignora esse aspecto, por diversos motivos.

Primeiro, porque machista (mesmo enrustido) não vê diferenças entre homem e mulher. Homens são todos amigos e os nerds é que têm que submeter ao que os machistas em geral ditam. Se é para cultuar "mulher-fruta', tem que fazer isso, sob pena de levar bullying.

Segundo, a falta de discernimento, fruto da incapacidade de raciocinar dos machistas, faz com que eles não vejam diferença entre uma Emma Watson e uma Nicole Bahls. É como se os machistas brasileiros, conhecidos pela mal-disfarçada baixa auto-estima, só reconhecessem, cabisbaixos, as mulheres pelos glúteos, não reconhecendo diferenças de personalidade e nível intelectual das fêmeas.

No contexto da ditadura midiática, a cena do suposto nerd admirando Arianny Celeste soa como um divertido sensacionalismo, que não serve senão para fortalecer a imagem pejorativa do nerd tradicional, enquanto favorece também a imagem "positiva" mas estereotipada do "valentão bom moço" de Eduardo Spohr, o "Luciano Huck dos nerds".

Isso tudo só recicla e mantém os padrões de status quo masculino dentro de um machismo que, agonizante, ainda tenta persistir numa forma mais enrustida e "simpática" aos novos tempos, um machismo sorridente e bem-humorado, mas que é capaz, mesmo assim, de fazer bullying contra quem não aderir a suas regras. Machismo é machismo, mesmo que seja enrustido.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...