segunda-feira, 25 de fevereiro de 2013

DILMA DESCARTA LEI DE MEIOS, MAS PATROCINA MÍDIA E DÁ "BOLSA NOVELA"

DILMA ROUSSEFF BENEFICIA BARÕES DA GRANDE MÍDIA; CHRISTINA KIRCHNER, NÃO.

Por Alexandre Figueiredo

As chances do Brasil ver surgir uma lei que regulamentasse, de forma democrática e responsável, os meios de comunicação, foram descartadas pela presidenta Dilma Rousseff, que descartou, na semana passada, qualquer intenção neste sentido, conforme declarou o secretário-executivo do Ministério das Comunicações, César Alvarez.

No entanto, o Governo Federal lançou a "Bolsa Novela", apelido informalmente dado a um investimento para pessoas pobres adquirirem a televisão digital. Não bastasse isso, continuam também os bônus por volume que beneficiam a arrecadação de publicidade do Governo Federal pelos veículos da grande mídia que justamente atacam e desmoralizam a presidenta e tudo o que for relacionado ao PT.

Em outras palavras, Dilma Rousseff está beneficiando os barões da grande mídia que lhe fazem oposição acirrada, bem mais forte e atuante do que até mesmo a oposição política dos combalidos PSDB, DEM e PPS. Dá mesada para os "urubólogos" dizerem que seu governo é um completo fracasso, mesmo quando tenta alguns acertos.

Outro aspecto grave é que Dilma Rousseff mantém a grande mídia na sua libertinagem irresponsável, na deturpação e pasteurização de valores culturais através de seu entretenimento, na medida em que barra a regulamentação mas estimula o consumo de televisão através da "Bolsa Novela".

Agindo dessa forma, a presidenta perdeu uma boa oportunidade de promover o progresso social do pais, permitindo que a mídia comercial mantenha seus abusos, enquanto empurra o povo, sobretudo o mais pobre, para o consumo cada vez mais impulsivo de uma mídia de qualidade duvidosa.

Não bastassem os estragos feitos pela grande mídia, principalmente nos anos 90, causando sérios retrocessos na cultura brasileira, e não bastasse justamente a onda de saudosismo dessa mesma época promovida pela mesma mídia, a falta de leis para frear todas as baixarias e cafonices vistas, lidas e ouvidas só irá perpetuá-las mais e mais, agravando a situação que já está pior.

Os empresários do entretenimento popularesco, os "urubólogos" e a intelectualidade etnocêntrica agradecem a presidenta por essa atitude de omissão que não condiz com as promessas que Dilma fez de um governo progressista e audacioso. É mais um item para a coleção de equívocos que o Partido dos Trabalhadores acumula há muito tempo. E mais um erro que impedirá o Brasil de entrar realmente no Primeiro Mundo.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...