sexta-feira, 19 de outubro de 2012

O EXIBICIONISMO NADA CHARMOSO DAS EX-SISTERS DO BBB


Por Alexandre Figueiredo

A vulgaridade feminina apresenta, em certos momentos, muitas gafes que mostram o quanto determinadas mulheres que servem esse mercado do entretenimento machista são dotadas de superficialismo e na falta do que dizer.

Depois que a ex-integrante do Big Brother Brasil Maíra Cardi, forjou uma sensualidade forçada e caricata quando estava num aeroporto do Rio de Janeiro, é a vez de outra ex-integrante, Laísa Portela, aparecer deitada no chão de um supermercado na cidade de Orlando, na Flórida, EUA.

Laísa teria ficado feliz ao ver uma seção de guloseimas no supermercado e, animada, resolveu deitar no chão. Achou que tal atitude seria "bacana" e "de entusiasmada alegria", mas, além de anti-higiênica, a atitude soou de um exibicionismo infeliz.

Muitas ex-sisters, como são conhecidasas ex-integrantes do Big Brother Brasil, andam sendo duramente criticadas pelo exibicionismo e pela sensualidade forçada e exagerada. E não são só as pessoas de "maior nível social" que reprovam suas atitudes. Mesmo dentro da imprensa popularesca, comentaristas de moda e colunistas de celebridades também não aprovam os abusos cometidos por elas.

O R7 e o jornal O Dia já reprovaram a obsessão dessas moças em parecer "gostosonas", carregando nas roupas apertadas e forçosamente justas, nas roupas escancaradamente "sensuais" e nas caras e bocas nas festas.

É tudo "sensualidade" barata e sem apelo sexual, sem charme, que é repetitivo e sem graça. É exibicionismo puro, dessas ex-BBBs que se acham as "maiores gatas", mas que está em pleno acordo com o ditado popular: "Quem nunca comeu doce, quando come se lambuza".

É só comparar essas ex-integrantes do Big Brother Brasil com as atrizes famosas, quando vão ao aeroporto ou ao supermercado. Mesmo símbolos sexuais bastante populares como Deborah Secco e Juliana Paes, famosas pela sua sensualidade e formosura física, são capazes de circular nos aeroportos, supermercados e outros lugares se vestindo e se comportando de forma bastante discreta.

Daí a nossa preocupação com a permanência do Big Brother Brasil, esse espetáculo de futilidades empurrado pela velha grande mídia. A decadência da última edição não convenceu os produtores a suspender a atração, que não somente voltará a exibir todo o vazio sócio-cultural de seus membros como irá empurrar para horários mais tardios minisséries que valem pela dramaticidade e enredo.

Mas isso faz parte da campanha dos barões da grande mídia em manter o povo distraído diante do embate entre a blogosfera progressista e a velha mídia. Que pelo menos o povo deixe de apoiar os blogueiros progressistas, distraídos com toda a cafonice, toda a vulgaridade, pieguice e pitoresco sensacionalistas que a velha mídia "popular" empurra para o público.

Assim os barões da grande mídia dormirão tranquilos. Eles não precisam ver o Big Brother Brasil.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...