domingo, 2 de setembro de 2012

MARCHA CONTRA A MÍDIA MACHISTA REÚNE LUTADORAS E LUTADORES EM PORTO ALEGRE


COMENTÁRIO DESTE BLOGUE: Se ainda é difícil reagirmos contra a mídia claramente machista, com suas "boazudas" que "mostram demais" seus "dotes físicos", há também a mídia machista mais sutil, através de peças publicitárias que também veiculam padrões machistas de exploração da imagem da mulher, além de alguns noticiários e esquetes humorísticas.

Mas a dificuldade só é um estímulo à luta, porque desafios existem para serem enfrentados e combatidos. E cem pessoas foram a Porto Alegre ontem à tarde para protestar contra essa mídia atrelada aos valores do decadente mas ainda resistente machismo brasileiro.

Marcha contra a Mídia Machista reúne lutadoras e lutadores em Porto Alegre

Por Gabrielle de Paula - Blogue Jornalismo B

Na tarde deste sábado, ocorreu a Marcha contra a Mídia Machista no Parque da Redenção, em Porto Alegre. Cerca de 100 pessoas concentraram-se em frente ao Monumento do Expedicionário para protestar contra a mídia que se utiliza de padrões culturais machistas para vender seus produtos.

O objetivo da marcha é despertar nas pessoas a consciência de que a publicidade não têm respeitado as várias conquistas sociais da mulher. Comerciais de cerveja, de desodorantes e até marcas de lingerie, veiculam seus comerciais usando a figura feminina como prêmio para quem usa determinado produto. Recentemente, durante a cobertura dos Jogos Olímpicos, as atletas eram destacadas nas manchetes mais por seus atributos físicos do que por seu desempenho no esporte.

Para a advogada Luiza Northfleet, será difícil conquistar um espaço na mídia para esse questionamento, por isso a importância da marcha: “A gente precisa chamar a atenção das pessoas que assistem televisão sobre a questão da mídia e do machismo e assim, despertar a consciência”, afirma.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...