terça-feira, 11 de setembro de 2012

ANA DE HOLLANDA PODE SAIR DO MINISTÉRIO DA CULTURA


Por Alexandre Figueiredo

A cantora Ana de Hollanda, titular da pasta da Cultura (Ministério da Cultura - MinC), tem audiência marcada para hoje às 15 horas com a presidenta Dilma Rousseff. Tudo indica, segundo informações veiculadas pela imprensa, que a irmã de Chico Buarque pode deixar o cargo.

A princípio, Ana não sairia do cargo, mas a revelação de que a ministra do Planejamento, Miriam Belchior, teria escrito uma carta criticando o orçamento dado ao setor cultural e reivindicando mais verbas para o MinC, incomodou a presidenta.

Ana de Hollanda, no entanto, tornou-se célebre por ter incomodado a classe artística por causa das questões dos direitos autorais, já que ela teria usado o ministério para favorecer os interesses do ECAD (Escritório Central de Arrecadação e Distribuição), enquanto a classe artística era desfavorecida até mesmo quando tinha obras registradas pelo ECAD.

A intelectualidade etnocêntrica, sobretudo a ligada ao Coletivo Fora do Eixo (cujo futuro Partido da Cultura promete ser o "PSOL de amanhã" e o "PPS de depois de amanhã"), não sentia simpatia pela ministra visando interesses ligados à pirataria e a uma série de desregulamentações em torno da dita "cultura popular" midiática, favorecendo chefões da indústria do entretenimento regionais.

Para substituir Ana de Hollanda, consta-se que a ex-prefeita de São Paulo, a sexóloga Marta Suplicy, é a mais cotada para a tarefa. Seria uma forma do partido compensar o fato dela não ter sido escolhida para concorrer, mais uma vez, ao comando municipal da capital paulista.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...