sábado, 18 de agosto de 2012

MUSAS "POPULARES": PLASTIFICADAS E INDELICADAS


Por Alexandre Figueiredo

A colunista do portal R7, Fabíola Reipert, havia escrito em seu blogue que algumas das musas "populares" passaram a engrossar a voz depois que "bombaram" (ou seja, tomaram anabolizantes).

Isso reforça ainda mais a imagem "plastificada" e puramente artificial dessas "musas" que dominam o imaginário, ou melhor, a falta de imaginário de homens broncos, punheteiros frustrados e outros machistas.

Recentemente, na busca do Google, apareceu uma foto da Mulher Melancia que causa muito constrangimento, pelas formas grosseiramente redondas e "turbinadas" pelo silicone, algo muito comum nas chamadas "mulheres-frutas".

Mas as paniquetes também seguem a regra, do excesso de silicone e dos anabolizantes, embora aparentemente as ex-BBBs, solidárias no apetite por noitadas com as assistentes de palco do Pânico na TV, não necessariamente sigam essa regra, com exceção de Priscila Pires, Anamara, Lia Khey e similares. E há também as "garotas da laje", "musas do Brasileirão", dançarinas de "pagodão" e outras que reforçam esse mercadão machista.

A denúncia de Fabíola Reipert só agrava a situação dessas musas, dotadas de um vazio intelectual e a serviço de uma pretensa sensualidade que nada tem de sedutora. Porque, "mostrando-se" demais, perdem a graça e a capacidade de estimular qualquer fantasia masculina. E essas mulheres normalmente costumam ser temperamentais e indelicadas, sofrendo muitas vezes de estrelismo e vaidade excessiva.

Essas musas "populares" acabam cansando com suas imagens de mulheres-objeto, numa época em que a sociedade exige algo mais das mulheres do que a mera exibição de corpos ou a obsessão por praias, noitadas ou pela mera vitrine em ensaios de escolas de samba.

A decadência dessas mulheres está a olhos vistos, mas mesmo assim o mercado (sobretudo de revistas "sensuais") bate o pé e continua insistindo com essas "musas", apenas para o bem do público machista para o qual essas pretensas musas são "deusas absolutas". Sem falar dos próprios machistas que empresariam essas mulheres, os maiores interessados nessa farra toda de glúteos e peitos siliconados.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...