terça-feira, 5 de junho de 2012

SÉRGIO CABRAL FILHO FOI "POUPADO" PARA NÃO ESTRAGAR COPA E OLIMPÍADAS


Por Alexandre Figueiredo

Em entrevista dada ontem à Rede Bandeirantes, o jornalista e deputado federal Jean Wyllys (PSOL-RJ) lamentou o fato do governador fluminense Sérgio Cabral Filho não ter sido convocado para a CPI do caso Carlinhos Cachoeira.

Para Wyllys, Sérgio é o que mais teria a dizer sobre o esquema de Carlinhos Cachoeira, devido às relações dele com o empreiteiro Fernando Cavendish, da Delta Construtora, também amigo do bicheiro goiano.

Cabral Filho teria sido poupado de ser convocado a depor - enquanto a convocação se manteu para outros governadores, Agnelo Queiroz (PT), do Distrito Federal, e Marconi Perillo (PSDB), de Goiás - pelas pressões políticas do PMDB, sob o pretexto de que "não havia necessidade" do governador fluminense dar informações sobre o esquema.

Mas o motivo implícito dessa manobra está no fato de que Sérgio Cabral Filho é um dos anfitriões políticos da Copa de 2014 e das Olimpíadas de 2016. Se ele for convidado e der informações sobre o esquema Cachoeira, o depoimento poderá comprometer os preparativos para os eventos, denunciando outros personagens influentes da empreitada.

Portanto, esse teria sido o motivo para que Cabral Filho fosse dispensado de depor na CPI do caso Carlinhos Cachoeira. Mas a própria dispensa já fala muito na estratégia de evitar a derrubada de muitos figurões da corrupção política.

Wyllys acredita que a dispensa possa ser revertida, com o andamento dos trabalhos da CPI, mas teme que o processo termine "em pizza".

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...