sábado, 2 de junho de 2012

O ATO FALHO REVELADOR DE NOBLAT


COMENTÁRIO DESTE BLOGUE: Anos atrás, quando o ministro do Supremo Tribunal Federal, Gilmar Mendes, cometeu o ato ilegal de conceder habeas corpus para o banqueiro Daniel Dantas (ilegalidade alertada pelo procurador Rodrigo Grandis), há quatro anos atrás, era notada a amizade da "grande figura" do Poder Judiciário com certas companhias, como o citado banqueiro do Opportunity e o bicheiro Carlinhos Cachoeira, figuras eminentes da corrupção política brasileira.

Mas neste caso até mesmo um dos porta-vozes da mídia conservadora, Ricardo Noblat, confundir as coisas e fazer recordar a amizade entre Gilmar e Daniel, através do sugestivo erro de digitação "Gilmar Dantas".

O ato falho revelador de Noblat

Por Marco Aurélio Mello - Blogue DoLaDoDeLá

Quem me chamou a atenção foi a Márcia Cunha.

- Você não viu o Noblat chamar o Gilmar Mendes de Gilmar Dantas?

- Como assim?

- Eu até fiz um print da página e mandei para você, abre lá!
Fui ver e não é que para o jornalista Ricardo Noblat, um dos maiores expoentes da mídia grande, Gilmar Mendes e Gilmar Dantas são a mesma pessoa? E eu pensei que essa história do Paulo Henrique Amorim era só uma brincadeira. Lembrei-me até daquele apresentador que num ato falho chamou a colega de merda. Ai ai viu. Tem uns que são traídos pela própria língua, não é mesmo?
Ato falho é um fenômeno descrito na obra do psicanalista Sigmund Freud. É um lapso causado pelo nosso inconsciente. Nosso, não, cara pálida, deles, hehehe.







Curiosamente a página foi reimpressa um minuto depois, mas para não deixarem vestígios tiveram o cuidado de "editar" a hora da postagem no blog que ficou mantida como 16h35m.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...