sábado, 7 de abril de 2012

O DEMO É O BICHO!! MAS DEMÓSTENES PODERIA TER IDO AO PMDB



Por Alexandre Figueiredo

Infelizmente, a imprudência do governo Dilma Rousseff quase seria refém de mais um escândalo político. Pois, não bastassem os erros que a presidenta anda fazendo, pela falta de coragem ou mesmo por conivência aos interesses espúrios da base aliada, Dilma quase teria mais um antigo opositor entre a base de sustento político de seu governo.

Isso porque o bicheiro Carlinhos Cachoeira queria que o senador goiano Demóstenes Torres trocasse o DEM, partido do qual este foi um dos fundadores, migrasse para o PMDB, partido do vice-presidente da República, Michel Temer.

Demóstenes Torres é hoje uma figura de destaque negativo nos noticiários políticos, na medida em que o escândalo político no qual ele está envolvido mostra o quanto o Legislativo anda desmoralizado. E mostra também o quanto o trio de partidos PSDB-DEM-PPS - todos com representantes goianos envolvidos com o bicheiro, incluindo o governador Marconi Perillo - está se desgastando violentamente na política brasileira

Até a Veja dá indícios fortes de cumplicidade quanto ao assunto. Não se viu qualquer denúncia de Veja quanto ao escândalo de Demóstenes e Cachoeira, pelo menos com o fôlego que ela costuma dar em muitos escândalos que lhe é do interesse "investigar" (ou, em certos casos, inventar, através de fontes suspeitas como a de um ex-policial).

Enquanto mesmo jornais conservadores como Isto É e Época (este das Organizações Globo) fazem cobertura do escândalo político em questão, Veja se limita a ficar "fora do eixo" (no sentido FdE do termo),  falando de "novas tecnologias" como se fossem elas, por si só, a salvação do planeta, como os "filhos da inovação" que só depois serão reconhecidos como gente não tão inovadora assim.

Veja até tem um espaço privilegiado para as denúncias de corrupção, neste linque. Mas não há um caso envolvendo Demóstenes e Cachoeira, e isso apesar da repercussão em grandes proporções em todo o país, e apesar da gravidade dos casos, das denúncias provadas, dos envolvidos reconhecidos.

É claro que quem deve, teme. E Veja anda decaindo de tal forma que seu jornalismo já está longe de ser confiável. A revista tem uma linha editorial rancorosa, reacionária. Sua concepção gráfica é até simpática, mas enjoa diante do conteúdo em questão.

E agora a conivência de Veja com Demóstenes Torres, fundador do seu querido partido DEM, também piora a situação. Como é que a nossa imprensa pode ter uma revista dessas, tão ranzinza? E o DEM, pelo menos através do senador goiano, está o bicho, mergulhando direto na corrupção que diz combater.


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...