quinta-feira, 12 de janeiro de 2012

CANTOR BELO, "COMUNISTA"?!


SAMBREGAS PSEUDO-ESQUERDISTAS E PROBLEMÁTICOS - Belo e Netinho de Paula "em ação", e transformando as esquerdas partidárias em balaios de gatos.

Por Alexandre Figueiredo

"Belo" presente de aniversário dos 50 anos do PC do B. É certo que o partido surgiu com inspiração maoísta, depois associada à "revolução cultural" que tentou eliminar as tradições culturais japonesas, em 1966. Mas não precisaria participar de outra "revolução cultural" que é o brega-popularesco, que pelo jeito rompeu com as tradições culturais brasileiras que, por sorte, foram salvas pela classe média, mas são pouco conhecidas pela juventude pobre.

Pois o PC do B registrou a filiação do cantor Belo, um dos ícones do sambrega da safra de 1990, juntamente com Leandro Lehart, Netinho de Paula e Alexandre Pires. Aliás, sua posição de mercado se assemelha ao mineiro, dentro daquela "panelinha" de ídolos neo-bregas "sofisticados" apadrinhados pela Rede Globo de Televisão, que incluem também Chitãozinho & Xororó, Zezé di Camargo & Luciano e Ivete Sangalo.

Mas Alexandre Pires mostrou anos atrás seu envolvimento com gente da direita. Para tentar carreira internacional, foi apadrinhado pela cantora Gloria Estefan e seu marido, o produtor Emílio Estefan Jr., cubanos anti-castristas exilados nos EUA. Através desse apoio, o ídolo cantou, em 2003, para uma comunidade de hispano-americanos num evento que contou com a presença do então presidente George W. Bush, que foi fotografado ao lado do cantor.

Sabe-se, todavia, que ídolos brega-popularescos são despolitizados. Mas sua formação ideológica, mesmo dentro desses limites, é extremamente conservadora. O brega sempre teve um background conservador, e por isso se ajusta muito bem à velha grande mídia.

Daí soar estranho quando um brega ou neo-brega tentam se filiar a um partido de esquerda. Se um ídolo desses nunca ouviu falar de Milton Friedman na vida - só para citar um pensador neoliberal - , só conhecem Karl Marx de nome porque é muito falado, mas de sua teoria conhecem muito menos ainda do que a de qualquer pensador neoliberal.

Recentemente, a dançarina do grupo Gang do Samba, Rosiane Pinheiro, se filiou ao PT. Temos o caso de Netinho de Paula, também "de esquerda". Mas a noção que eles têm de socialismo e comunismo é praticamente nula, eles se aproveitam da já superada origem humilde - afinal, eles se enriqueceram com seus sucessos musicais - para pegar carona na política que, em tese, se afirma como progressista. Está na moda.

Que as esquerdas se tornaram balaios de gatos, não dá para negar. O pseudo-esquerdismo dos últimos dez anos valeu como um IPES convertido em um vírus inoculado nas fileiras progressistas. Depois que Lula assumiu a Presidência, pessoas que em 1964 apoiariam até mesmo a Operação Brother Sam (uma guerra, que não chegou a ocorrer, mas seria financiada pelos EUA para derrubar hipotéticos aliados de João Goulart), passaram a se dizer "esquerdistas incondicionais". Muitas vezes com QI demotucano.

O problema é que muitos balaios de gatos se convertem em Torres de Babel de amanhã. E o fisiologismo político, seja de esquerda ou de direita, já fragiliza o processo democrático, porque os partidos, sem qualquer visão definida - apenas uma vaga, imprecisa, superficial e talvez falsa inclinação às "causas sociais" - , viram meros acampamentos eleitorais.

Mais uma vez o eleitor poderá ser enganado pelo "belo" espetáculo do sensacionalismo eleitoral.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...