sexta-feira, 2 de dezembro de 2011

JORNAL NACIONAL: IBOPE BAIXO E MUDANÇAS ESTRUTURAIS



Por Alexandre Figueiredo

O Jornal Nacional anunciou sua grande mudança nos últimos anos. Do casal que até esta semana comanda o noticioso da Rede Globo, Fátima Bernardes anunciou que vai deixar o programa para apresentar um programa matinal cujos detalhes não foram divulgados, pelo menos até o fechamento deste texto.

Enquanto isso, no seu lugar entrará a jornalista Patrícia Poeta, que deixará de apresentar o Fantástico, passando a ser titular do programa dominical a apresentadora-suplente Renata Ceribelli.

É a segunda mudança ocorrida nos últimos meses, já que no Bom Dia Brasil o antigo titular, o refinado Renato Machado, nas horas vagas entendedor de vinhos e música clássica, passou a ser correspondente de Londres, substituído por Chico Pinheiro, com maior apelo popular.
A mudança é estratégica, diante das violentas quedas de audiência que o noticioso antes líder absoluto de audiência - principalmente durante o regime militar, sob a voz enérgica de Cid Moreira e seu parceiro Sérgio Chapelin (hoje apresentador do Globo Repórter) - estava sofrendo.

A medida, anunciada com direito a cerimônia e entrevista com as três envolvidas presentes - Renata, Fátima e Patrícia - , visa revitalizar o Jornal Nacional, mas nos bastidores conta-se que a situação também pode se alterar.

Afinal, Patrícia Poeta foi escolhida porque ela é esposa do executivo Amaury Soares, jornalista que hoje está à frente da Globo Internacional, depois que foi afastado do jornalismo da Globo para favorecer o caminho do marido de outra Patrícia, a Patrícia Kogut, o temível Ali Kamel.

Ali Kamel era visto como uma espécie de sacerdote medieval do jornalismo da Globo. Era classificado como "senhor das trevas" pelos analistas de esquerda da velha mídia. Mas seu livro "antológico", Não Somos Racistas, investe na mesma ilusão de mascarar problemas sociais que os militantes intelectuais do brega-popularesco tambem fazem.

Afinal, se Ali Kamel, para esconder os problemas raciais que ainda acontecem em nosso país, disse que "não somos racistas", a intelectualidade etnocêntrica, para esconder a mediocridade, o atraso, a cafonice e a breguice da pseudo-cultura "popular" que até a Globo apoia, também diz que "não somos cafonas nem medíocres". Certas "paçocas" possuem um forte gosto de Ali Kamel.

Kamel já parecia disputar o topo do poder na Rede Globo com Carlos Schroder, o Diretor de Jornalismo e Esportes da emissora. Mas acabou permanecendo como o "número dois", mesmo.

E agora sua influência poderá reduzir ainda mais, já que na medida em que Amaury Soares não se relaciona muito bem com Ali Kamel - os dois evitam contato até quando estão próximos, talvez se limitando a dar cumprimentos frios um para o outro - a ascensão do marido de Patrícia Poeta poderá comprometer o poderio do outro.

Mas que ninguém imagine que Amaury Soares fará uma guinada à esquerda no jornalismo da Globo a partir do JN. Isso será um grande exagero. A nova fase do JN continuará conservadora e tendenciosa, mas será um pouco mais profissional. Quando muito, irá se equiparar ao noticiário igualmente conservador, mas eficiente, da TV Bandeirantes.

Além disso, Amaury investiu, como chefão da Globo Internacional, no evento Brazilian Day, para a comunidade de brasileiros em Nova York, que representa a vitrine dos ídolos brega-popularescos para os imigrantes de lá. É como se jogasse as atrações que visitam semanalmente o Domingão do Faustão para um palco ao vivo e ao ar livre.

Com certeza, o JN não mudará muito na sua linha editorial. Mas será que mudará sua vinheta? Meses atrás houve uma tentativa de mudar a vinheta, com o tema musical tocado, no sintetizador, num timbre diferente nos acordes, mas não deu certo, e voltou o arranjo anterior. Mas será que agora, com a nova fase, isso mudará?

Vamos ver como se darão as coisas a partir da próxima segunda-feira.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...