terça-feira, 1 de novembro de 2011

A BANALIZAÇÃO DO "ESQUERDISMO DE RESULTADOS"


DO JEITO QUE A DIREITA GOSTA - A ex-dançarina da Gang do Samba, Rosiane Pinheiro, assinou sua filiação ao PT.

Por Alexandre Figueiredo

Evidentemente os partidos políticos não são mais aqueles. Isso há muito, muito tempo. Mas a coisa, se estava um completo desastre, hoje está indo longe demais. As legendas partidárias, como se não bastasse terem virado acampamentos eleitoreiros ou legendas de aluguel, viram agora redutos do pitoresco, do cafona, do sensacionalismo. Tudo virou agora uma questão de sensacionalismo eleitoral.

O mais recente caso foi a dançarina do "pagodão baiano" Rosiane Pinheiro, ícone do brega-popularesco desde que se tornou famosa como dançarina da Gang do Samba, ter se filiado ao PT "a pedido dos fãs".

O "esquerdismo de resultados" chega ao seu nível extremo, porque não se trata mais de identificação natural das causas, mas ao puro oportunismo. Como no caso do grupo Inimigos da HP que tentou fazer um tributo a Chico Buarque para agradar a ministra da Cultura e irmã do cantor, Ana de Hollanda.

Hoje todo muito vira "esquerdista". O pretexto são as "causas sociais", que até José Sarney, antigo udenista histórico, abraça. A centro-esquerda brasileira, seja o PT, PC do B, PSB, PDT, entre outros, virou agora um refúgio de celebridades popularescas, que só por serem hipoteticamente associadas às classes populares - quando, na verdade, são associados a mecanismos midiáticos de popularização de fenômenos de mercado - , não significa que eles sejam realmente identificados com a causa esquerdista.

Afinal, os movimentos sociais têm seu conceito empastelado a partir da própria intelectualidade "de esquerda", que, mais confundindo do que esclarecendo, os define pela ideia esquizofrênica que mistura a glamourização da pobreza com os valores do hit-parade norte-americano dissolvidos num lero-lero pseudo-modernista.

O ativismo social, a partir dessa "santificada" abordagem dos intelectuais "puros" - que seguem "imaculados" na maioria dos sítios da Internet - , vira uma piada digna de um quadro do Zorra Total.

Enquanto assistimos de longe as pessoas pedindo melhorias profundas na nossa sociedade, aqui "movimento social" é coisa de funqueiro, de dançarina de pagodão, gente associada aos mesmos valores impostos pela velha grande mídia.

Não é preciso dizer que muito do sucesso do "pagodão" baiano de nomes como Gang do Samba e sua fonte inspiradora, o É O Tchan, se deve muito ao patrocínio de políticos como Antônio Carlos Magalhães e barões da mídia como Roberto Marinho, além dos politiquetes que controlam o rádio FM na Bahia e dos grandes donos de blocos carnavalescos que estão podres de ricos.

Os próprios grupos de "pagodão" trabalham explicitamente a visão domesticada e tola das classes pobres. Como o próprio "funk carioca" e outros estilos da Música de Cabresto Brasileira fazem, à sua maneira. E isso não é ativismo social, muito pelo contrário, porque envolve valores que a própria velha grande mídia difunde, até de forma aberta, escancarada, para os caros amigos verem e debaterem no seu fórum.

Infelizmente, o que motiva adesões como a de Rosiane Pinheiro é o fisiologismo político associado ao voto sensacionalista do qual Tiririca tornou-se um dos símbolos. O voto sensacionalista para musas calipígias, figuras cômicas, ídolos bregas e neo-bregas, tudo isso pode até parecer democrático, mas descarateriza a política nacional.

Pelo menos deveria ter um partido político totalmente para eles, o PSS, Partido Social Sensacionalista.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...