sexta-feira, 26 de agosto de 2011

MINISTÉRIO PÚBLICO FEDERAL PEDE SUSPENSÃO DO PROJETO BELO MONTE



Por Alexandre Figueiredo

O Ministério Público Federal - instituição que, por lei, representa juridicamente as populações indígenas do Brasil, além de atender aos interesses dos vários segmentos sociais afetados pela arbitrariedade política e institucional - moveu uma ação com o objetivo de suspender a construção da Hidrelétrica de Belo Monte, que irá afetar negativamente a biodiversidade da região do Alto Xingu, inclusive os índios que vivem no local. Que, por serem poucos, deveriam mesmo assim ter sua área sócio-ambiental preservada.

O texto do documento está a seguir:

"O objeto desta Ação é impedir a construção do Aproveitamento Hidrelétrico (AHE) BELO MONTE, em virtude da inevitável remoção de povos indígenas, do direito das futuras gerações e da natureza; ou a indenização aos povos indígenas JURUNA e ARARA, e ribeirinhos da Volta Grande do Xingu, pelos impactos e perda da biodiversidade."

"AÇÃO CIVIL PÚBLICA AMBIENTAL com Pedido de Liminar em face de: Norte Energia S/A (NESA) – concessionária de Uso de Bem Público para exploração da UHE Belo Monte, CNPJ/MF 12.300.288/0001-07, com sede no Setor Bancário Norte, Quadra 02, Bloco F, Lote 12, salas 706/708 (parte), Edifício Via Capital, Brasília/DF, CEP 70.041- 906."


O documento é ilustrado com um texto de Leonardo Boff, "Carta da Terra", um alerta sobre as ameaças sócio-ambientais encaradas pela humanidade:

"Estamos diante de um momento crítico na história da Terra, numaépoca em que a humanidade deve escolher o seu futuro. À medidaque o mundo torna-se cada vez mais interdependente e frágil, o futuro enfrenta, ao mesmo tempo, grandes perigos e grandes promessas. Para seguir adiante, devemos reconhecer que no meioda uma magnífica diversidade de culturas e formas de vida, somosuma família humana e uma comunidade terrestre com um destinocomum. Devemos somar forças para gerar uma sociedadesustentável global baseada no rhttp://www.blogger.com/img/blank.gifespeito pela natureza, nos direitoshumanos universais, na justiça econômica e numa cultura da paz.Para chegar a este propósito, é imperativo que, nós, os povos daTerra, declaremos nossa responsabilidade uns para com os outros,com a grande comunidade da vida, e com as futuras gerações."

O documento está reproduzido integralmente no texto de Raphael Tsavkko Garcia, do blogue Angry Brazilian. Raphael milita pelo fim do projeto Belo Monte, pela preservação dos povos indígenas e pela diversidade da fauna e flora do Alto Xingu.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...