quarta-feira, 17 de agosto de 2011

EUGÊNIO RAGGI NÃO DESMENTE DIREITISMO


PÁGINA DO TWITTER DO PROFESSOR MINEIRO - Apesar de "seguir" até o Emir Sader, Eugênio Raggi andou elogiando o PiG.

Por Alexandre Figueiredo

O "polêmico" professor mineiro Eugênio Arantes Raggi, conhecido pelo seu reacionarismo ao mesmo tempo explícito e enrustido, havia sido desmascarado no fórum Samba & Choro, onde o professor disparava seus comentários agressivos, incluindo os contra este que lhes escreve neste blog.

Pseudo-esquerdista, ele havia camuflado seu jeito Diogo Mainardi de escrever com posturas "simpáticas" ao PT e inscrições oportunistas em fóruns dos blogues Conversa Afiada, de Paulo Henrique Amorim, e Brazilianas.Org, de Luís Nassif.

O pseudo-esquerdismo chega a tal ponto que Raggi tem o descaramento de seguir até o twitter de Emir Sader - cuja lucidez não é para o bico tucano do professor mineiro - enquanto fazia, em seus reacionários textos, falsos ataques a ACM, Collor e até para Cabo Anselmo, por sinal um militar também célebre pelo seu pseudo-esquerdismo.

Mas, se o sargento José Anselmo dos Santos - que recentemente reapareceu escoltado para uma entrevista na TV Bandeirantes, com Bóris Casoy e tudo - revelou-se depois agente da CIA, órgão de informação política dos EUA, Raggi se contentou em ser apenas o animado comentarista nos fóruns do portal Globo Esporte.

No entanto, o professor mineiro passava a elogiar as Organizações Globo e a Folha de São Paulo, apesar de "atacar" a revista Veja (apesar da fortíssima semelhança ideológica e discursiva dos textos do professor mineiro com os dos "colonistas" do semanário da Abril).

Num dos textos do Twitter, Raggi chegou a aconselhar outro internauta a não atacar o PiG (mídia golpista), porque "não vale a pena". Típico comentário de um esquerdista falsificado, como Cabo Anselmo, em outros tempos, quando aconselhava seus pares a "não baterem pesado" com o imperialismo.

Pois o fórum Samba & Choro (que tempos atrás mostrou um Raggi bajulador de ministros do governo Lula), um internauta, Zeca Ferreira, havia questionado o "esquerdismo convicto" do professor mineiro com os seguintes termos (o grifo é meu):

"Já esse papo de 'conheço quem os conhece' é pra lá de estranho, e serve pra reforçar a minha impressão de que esse seu ressentimento exagerado é bem estranho. E para quem usa e abusa de um discursinho pseudo-esquerda, terminar elogiando a Folha e tornando sinonimos "arapuca bem armada" e "bom jornalismo" é risível.
Eugenio, sai fora. Cuida do teu que eu cuido do meu. Tua casinha já caiu faz tempo, ou será que alguém por aqui ainda te leva a sério?"

Só que o "convicto esquerdista" não desmentiu o desmascaramento e mostrou seu direitismo latente no seu reacionarismo. Esperava-se que ele viesse com tiradas do tipo "Não brinque comigo, rapaz, sou um esquerdista tão sagrado que meu santo padroeiro é Che Guevara", na mais pura tiração de onda. Mas esperteza tem limites e Raggi escreveu o seguinte, na mais pura ironia:

"Zeca,

Quem disse que eu quero estar certo ou ser levado a sério meu chapa?
Tô aqui só pra ser feliz.

Fiz grandes amigos aqui. Alguns deles quando vem a BH se hospedam na
minha casa. Talvez eles sejam educados e mintam pra mim mesmo o
próprio respeito e carinho que dizem ter. Quem sabe voc~e esteja certo
e eu seja mesmo um inocente?

Quem sabe, né Zeca?

Abs,

Eugenio"


Certo, professor Eugênio. E esperamos que você um dia apareça todo feliz nos seminários do Instituto Millenium, daqui a uns dois anos.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...