segunda-feira, 25 de julho de 2011

CABRAL E PAES DÃO R$ 30 MILHÕES À GLOBO E À FIFA


EDUARDO PAES, RICARDO TEIXEIRA E SÉRGIO CABRAL FILHO - "Pessoas tão legais, que só fazem o bem do povo. Tenho nojo de quem fala mal deles", diria certo busólogo chapa-branca.

COMENTÁRIO DESTE BLOGUE: "Oh, que horror! Mais uma reportagem contra meus queridos Eduardo Paes e Sérgio Cabral Filho! O que se faz contra eles me dá nojo", diria um busólogo ligado a uma prefeitura fluminense pelo PR, por sinal o partido da corrupção no Ministério dos Transportes. Mas o problema hoje é outro, mas como o busólogo pelego também apoia o grupo político de Paes e Cabral Filho, dá no mesmo. E ele sente nojo dos textos que se publicam contra os dois. Mas a culpa não é de quem denuncia, mas de quem faz para ser denunciado.

Para efeito de análise deste texto, entende-se a CBF (Confederação Brasileira de Futebol) como "sucursal" da Fifa.

Cabral e Paes dão R$ 30 milhões à Globo e à Fifa

Por Paulo Henrique Amorim, incluindo reprodução de reportagem do UOL Notícias - Blogue Conversa Afiada

Saiu no UOL:


Globo recebe R$ 30 milhões de governo e prefeitura do Rio para organizar festa da Fifa


Vinícius Segalla
Em São Paulo

A Geo Eventos, empresa de eventos das Organizações Globo e do Grupo RBS, vai receber R$ 30 milhões do governo estadual e da prefeitura do Rio de Janeiro para organizar o evento em que será realizado o sorteio preliminar das eliminatórias da Copa do Mundo de 2014, o chamado “Preliminary Draw”.


A empresa foi contratada em regime de exclusividade pelo Comitê Organizador Local (COL) da Copa do Mundo de 2014 para produzir e captar patrocínios para a cerimônia. O sorteio acontecerá no dia 30 de julho, às 15h, na Marina da Glória (zona Sul do Rio), e será transmitido ao vivo para cerca de 200 países. Porém, a partir desta terça-feira, a Fifa promoverá uma série de atividades em uma espécie de “aquecimento” para o grande evento de sábado.


Vencedora da disputa promovida pelo COL, a Geo Eventos foi ao mercado à caça de patrocinadores para bancar a festa. Encontrou apenas dois: a prefeitura do Rio e o governo estadual. Cada um assinou um contrato de patrocínio, publicado nos diários oficiais do município e do Estado, no valor de R$ 15 milhões cada. A quantia teria sido acertada entre a Geo Eventos e as autoridades públicas, baseando-se, de acordo com a empresa das Organizações Globo, “em negociações e custos de mercado”.

(…)

Navalha

Percebe-se que quem manda é a Fifa, quem manda é a Globo, e o Cabral e o Paes obedecem.

A chave da questão está na frase: “A quantia teria sido acertada entre a Geo Eventos e as autoridades públicas, baseando-se, de acordo com a empresa das Organizações Globo, ‘em negociações e custos de mercado’. “

Convém recordar que o governo do Rio desviou recursos para prevenir tragédias na região Serrana para a Fundação Roberto Marinho.


Paulo Henrique Amorim

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...