segunda-feira, 6 de junho de 2011

OS BLOGUES PROGRESSISTAS MAIS POLÊMICOS DO PAÍS


PAULO HENRIQUE AMORIM É FAMOSO POR ENFRENTAR PEIXES-GRANDES DA MÍDIA E DO PODER POLÍTICO E ECONÔMICO.

Ser blogueiro de esquerda, também conhecido pelo controverso termo "progressista" - que, na falta de outra denominação melhor, continua valendo - , não é fácil. Criticar o estabelecido é visto por algumas pessoas como uma atividade de gente "rancorosa" ou "radical demais".

Na verdade, os blogues progressistas sofrem seus infortúnios porque desafiam o estabelecido, porque surgiram numa época de profunda letargia social, política, econômica e cultural proveniente dos anos 90.

Há blogueiros que causam controvérsia mesmo dentro da esquerda, como Iderber Avellar, Miguel do Rosário e Luís Nassif, mas a lista abaixo relaciona aqueles que desafiam justamente os valores conservadores da sociedade, ou mesmo o poderio de pessoas consideradas influentes na sociedade conservadora.

Faz sentido que haja reacionarismos assim, em vários níveis. Numa época em que Julian Assange apavora as autoridades dos EUA por denunciar seus bastidores, o reacionarismo brasileiro é apenas um microcosmo desse contexto, quando vários reacionários, de internautas comuns a grandes banqueiros, se preocupam com o fim de seus privilégios e de um tipo de país em que eles acreditavam e que os beneficiavam de alguma forma.

O ranking estabelece como critério as polêmicas que ocorrem ou potencialmente podem ocorrer por parte de leitores reacionários, através de motivos relacionados a cada blogue. E mostram o quanto estes blogues se expõem não somente aos leitores de esquerda, mas a leitores de direita que se sentem incomodados com os questionamentos publicados nestes veículos da blogosfera.

O campeão da lista é o jornalista Paulo Henrique Amorim, pelo fato dos ataques reacionários chegarem aos processos judiciais. Atualmente, ele enfrenta, por exemplo, nada menos que 37 processos movidos pela equipe de advogados do banqueiro Daniel Dantas. E já foi processado por Diogo Mainardi e Ali Kamel, que perderam nos processos.

O critério da lista envolve ao mesmo tempo visibilidade e projeção nacional. É sabido que vários blogueiros regionais, como Esmael Morais, sofrem perseguições graves - ele teve mais de 300 tópicos apagados, por ordem judicial do tucano Beto Richa - , mas eles, em que pese merecerem a mais sincera e ampla solidariedade, não aparecem porque não atingem alcance nacional. Até porque viraram notícia mais pelo processo que recebem do que pelo conteúdo que publicam, que é de grandioso valor informativo, mas sua agenda temática é mais local.

Mas outros blogueiros também despertam a ira reacionária. Eu mesmo, modéstia à parte, provoco reações em meus dois blogues, este e O Kylocyclo. Mas nem estou entre os três maiores, ainda que minha posição não seja baixa. Em todo o caso, vamos à lista:

1) PAULO HENRIQUE AMORIM - Do blogue Conversa Afiada. Desperta reações porque foca seu senso crítico para questionar figurões do cenário político, econômico e jornalístico. Enfrenta processos judiciais por conta das denúncias que investiga a respeito desses poderosos.

2) RAPHAEL TSAVKKO GARCIA - Do blogue The Angry Brazilian. Seu foco de crítica é o mais ousado, questionando neo-nazistas, homofóbicos, sionistas e mesmo as falhas de determinados setores da esquerda brasileira. Defende também a emancipação política dos povos bascos (até hoje subordinados à Espanha).

3) EDUARDO GUIMARÃES - Do blogue Cidadania. Aparentemente, o blogue nada faz demais, dentro da média dos blogues progressistas. Fala sobre cidadania, movimentos sociais e questiona os mandos e desmandos da direita brasileira. Mas a julgar pelos vários textos que Eduardo descreve sobre os trollers (espécie de fascistas da Internet), o blogue está no terceiro lugar da lista, pelo incômodo que causa em muitos leitores reacionários.

4) ALEXANDRE FIGUEIREDO - Dos blogues Mingau de Aço e O Kylocyclo. O blogueiro causa polêmica por contestar totens "sagrados" do entretenimento brasileiro, de questionar valores conservadores e pseudo-libertários vigentes, principalmente sob o rótulo de "cultura popular", e também de contestar as posturas pseudo-esquerdistas de determinadas personalidades. Mas o blogueiro também recebeu mensagens de defensores de José Serra e Diogo Mainardi.

5) LUÍZ CARLOS AZENHA - Seu blogue Viomundo é menos ousado e irônico que o Conversa Afiada, mas causa polêmica pela mesma orientação crítica de voltar-se contra o abuso do poderio político, econômico e midiático. Mas não chega a ponto do blogueiro carregar uma "tonelada" de processos judiciais.

6) RODRIGO VIANNA - Do blogue Escrevinhador. Sofre o mesmo processo que o Viomundo, com a diferença de que a visibilidade de Rodrigo diante do grande público é menor.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...