quinta-feira, 9 de junho de 2011

O FINANCIAMENTO DA MÍDIA ALTERNATIVA



COMENTÁRIO DESTE BLOGUE: O crescimento da mídia alternativa é um fato, mas não deve ser superestimado. O setor sofre dificuldades imensas, e seu poder ainda nem é tão grande assim. Além disso, ainda há reações violentas do poder midiático contra a midia nanica. Por isso, cabe criar condições para seu crescimento autêntico, seguro e natural, e movimentos como a Frente Parlamentar pela Democracia na Comunicação e propostas para discutir meios de financiamento da mídia alternativa têm essa finalidade.

O financiamento de mídia alternativa

Do Portal Vermelho

A Comissão de Ciência e Tecnologia aprovou por unanimidade, esta semana, a proposta da deputada Luciana Santos (PCdoB-PE) para criação de subcomissão especial para analisar formas de financiamento para a mídia alternativa. Para a deputada, que fará parte do grupo, é preciso aproximar a evolução tecnológica da população e garantir o consumo e a produção de conteúdo como bens culturais da sociedade.

A intenção é analisar também as possibilidades de financiamento para a produção de espaços na Internet como portais, sites e blogs. “Os avanços na tecnologia trazem novidades praticamente todos os dias, com isso há muita coisa boa e relevante sendo produzida na rede, é preciso garantir incentivo para ampliar e qualificar essas produções e com essa comissão poderemos nos debruçar sobre isso”, argumentou a parlamentar.

De acordo ainda com Luciana, no horizonte dos trabalhos da nova subcomissão estão propostas que já passaram pela Casa, como a criação de um fundo público específico, com recursos oriundos dos leilões para concessões dos serviços de TV a cabo, e a alteração de leis para inclusão de fundações e associações comunitárias, sem fins lucrativos, entre os beneficiários de fontes específicas de recursos.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...