quinta-feira, 2 de junho de 2011

IBAMA CONCEDE LICENÇA PARA HIDRELÉTRICA EM BELO MONTE



Por Alexandre Figueiredo

As comunidades indígenas perderão uma de suas áreas, com a construção da hidrelétrica de Belo Monte, que foi autorizada pelo Instituto Brasileiro de Meio Ambiente e Recursos Naturais Renováveis (IBAMA).

Com a autorização, as obras poderão ser iniciadas, e a hidrelétrica ira gerar um lago de 516 km² que inundará a área de Volta Grande e parte de Altamira, ambos no Pará.

A proposta de construção da hidrelétrica tem origem ainda no regime militar e chegou tambem a ser cogitado em 1989, quando protestos liderados pelo cacique Raoni - famoso pelo contato feito com o músico inglês Sting, ex-baixista do grupo The Police - fizeram arquivar o projeto.

A hidrelétrica terá capacidade de produzir 11,2 kw de energia elétrica, mas vai operar a princípio abaixo deste índice. O IBAMA, depois de discussão com técnicos e especialistas, concluiu que a obra é ecologicamente "sustentável".

O problema é que desaparecerão comunidades indígenas na região, algumas casas ribeirinhas, parte do município de Altamira, um dos mais populosos do Pará, e mesmo cemitérios indígenas seriam atingidos.

O próprio fato de que "apenas" 200 índios seriam prejudicados pelas obras não pode ser visto como um detalhe sem importância, mas como um fato preocupante. Afinal, se são apenas 200 índios, são parte das tribos remanescentes, sobreviventes de sucessivos massacres de índios ocorridos ao longo da História.

Também pesa o fato de que um governo tido como progressista, mas contaminado por tendências políticas conservadoras, abraçar um projeto originário da ditadura. E sob influência do suspeitíssimo ministro das Minas e Energia, Edison Lobão.

Um comentário:

  1. Daqui a pouco, aquele outro Lobão também elogiará o projeto Belo Monte. Pra quem fala brincadeirinhas sobre torturas (como arrancar unhas), isso é pouco. Afinal, "precisamos rever 1964", como o próprio Governo Lula-Dilma está fazendo.

    ResponderExcluir

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...