quarta-feira, 23 de fevereiro de 2011

BIG BROTHER BRASIL COMEÇA SUA DECADÊNCIA



Por Alexandre Figueiredo

Os valores se transformam, aqui e ali. O mundo está em polvorosa, com as manifestações contra as diversas tiranias no Oriente Médio. No Ceará, surge a revolta contra o brega-popularesco representado ali pelo forró-brega. A sociedade também se revolta contra a vulgaridade abjeta das "popozudas" e contra a grosseria da "popular" imprensa jagunça. E contra a "curitibanização" dos ônibus que só interessa a tecnocratas querendo agradar dirigentes esportivos.

E o Big Brother Brasil, finalmente, começa a decair, depois da Rede Globo tanto empurrá-lo como se fosse um "fenômeno cult" e feito de tudo para manter o programa em alta e as suas "celebridades" também, em sucessivas noitadas e outras "curtições".

Aqui e ali ocorrem revoltas contra o retrocesso, mas também ocorre reações de quem defende esse retrocesso. E, no caso do Big Brother Brasil, é risível que uma missivista, na Revista da TV de O Globo, tenha reivindicado o direito de curtir o BBB.

Pois o Big Brother Brasil, que já chegou a ter 50% de audiência nos lares paulistanos, hoje caminha para a metade. A situação é tão grave que nem o bom desempenho de audiência da novela Insensato Coração é repassado para o reality show, e mesmo quem vê atrações como o seriado Aline mudam de canal na espera do seriado.

Quem se anima com a decadência do BBB é a TV Record, cujo aumento de audiência nos últimos anos chegou a quase 160%. A TV Bandeirantes também aumentou sua audiência em 89,4%. Só o Pânico na TV é que segue o ritmo da decadência do Big Brother Brasil, seja com queda de audiência, seja com seu "ilustre" cartaz nos programas líderes de baixaria.

Aliás, o Ministério Pùblico Federal já avisou que está acompanhando o Big Brother Brasil, no esforço de verificar o tom das baixarias muito comuns no programa. A queda de audiência tende a fazer o programa ficar mais apelativo e, portanto, bem mais grotesco. E, dessa forma, o MPF entrará em ação, assim que o BBB sair dos limites.

A fórmula do programa Big Brother já acabou em diversos países, sobretudo o Reino Unido. O Brasil ainda vai demorar um pouco, mas o processo de decadência do Big Brother Brasil já começou. Foi dada a largada para o fim do BBB.

2 comentários:

  1. Será que, lá em Governador Valadares (interior de Minas Gerais), vão fazer uma passeata contra o "Big Brother Brasil" e o "Pânico na TV"?

    ResponderExcluir
  2. Eu tenho uma informação interessante. Os defensores do BBB alegam que o Big Brother continua no ar em diversos países, inclusive alguns do Primeiro Mundo, em alguns deles há bem mais tempo que os 11 anos do BBB.

    Só que não falam que, em praticamente todos esses países, o Big Brother não tem essa audiência estupidamente (ainda) alta do BBB. E lá o Big Brother não passa em TV aberta antes das 23h, pois é classificado como produção destinada apenas a maiores de 16 e até 18 anos.

    ResponderExcluir

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...