sexta-feira, 17 de dezembro de 2010

JULIAN ASSANGE FOI SOLTO, MAS COLABORADOR DO WIKILEAKS CONTINUA PRESO



Por Alexandre Figueiredo

Julian Assange foi solto, mediante fiança, mas continua sob vigilância e não pode sair do Reino Unido, onde foi detido há alguns dias.

O australiano certamente dará continuidade a seu trabalho no Wikileaks, nem que seja para orientar seus colaboradores a respeito das divulgações de dados sigilosos.

A liberdade, ainda que relativa, de Julian Assange, dá um certo alívio para aqueles que gostariam de saber a respeito das posturas e procedimentos diplomáticos, vasando segredos de bastidores que põem a geopolítica imperialista em xeque, mas ainda não é suficiente.

Julian Assange teve um colaborador, o soldado norte-americano Bradley Manning, de 23 anos, que teria divulgado mais de 150 mil documentos contendo dados sigilosos, em telegramas enviados para a equipe do Wikileaks.

Ainda não houve provas concretas dessa divulgação por parte de Manning, mas mesmo assim ele continua preso, dizem que em condições degradantes e sob tortura, além da possibilidade de ser condenado a 52 anos de prisão pela acusação de ter tido acesso aos dados sigilosos e ter divulgado os mesmos para o portal dirigido por Julian Assange.

Bradley Manning também teria sido responsável pela divulgação de um vídeo em que um helicóptero das tropas estadunidenses teria realizado um ataque a civis na cidade de Bagdá, no Iraque, em 12 de julho de 2007.

Manning se encontra em cela solitária e ainda não foi julgado, num quartel da Marinha localizado em Quantico, no Estado da Virgínia, nos EUA. As condições degradantes de Manning na prisão, que incluem possíveis torturas, condições denunciadas no periódico Salon pelo articulista Glenn Greenwald, dão conta do que as autoridades norte-americanas são ainda capazes de fazer, em se tratando de violação dos direitos humanos.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...