sábado, 4 de dezembro de 2010

A FOLHA TEM MEDO DOS PORTUGUESES


JUDITH BRITO, A FOLHA VOLTA AO QUE É: PROVINCIANA E MEDÍOCRE.

COMENTÁRIO DESTE BLOG: Uma das amostras da indelicadeza da mídia golpista, sobretudo através da Folha de São Paulo, é desqualificar um grupo empresarial que, com acionista brasileira, lançou o jornal Brasil Econômico e comprou o jornal O Dia. A Folha chega a plantar uma notícia de uma investigação do Ministério Público que na prática não existe.

A Folha (*) tem medo dos portugueses

Por Paulo Henrique Amorim - Blog Conversa Afiada

Nas páginas B8 e B9, a Folha (*) manifesta pavor diante da possibilidade de o grupo Ongoing se expandir no Brasil:

“Ministério Público investiga atuação do Ongoing no país”

A reportagem deixa claro que a denúncia foi feita pela Folha (*), através de sua funcionária Judith Brito, que acumula a liderança da oposição e a presidência da Associação Nacional dos Jornais, a ANJ.

Não há nenhum indício de que o Ministério Público de São Paulo investigue, como diz a Folha (*), o grupo Ongoing, mas, sim, que a Folha fez a denúncia.

O grupo português tem uma peculiaridade:

O controle é de uma brasileira casada com um português, o que faz da empresa uma empresa tão brasileira quanto a Folha (*).

A menos que a Folha e a Judith Brito se pautem por uma outra Constituição.

O pavor da Folha é compartilhado por seu sócio, a Globo, no Jornal Valor.

A Ongoing lançou o jornal de economia Brasil Econômico.

No Rio, a Ongoing comprou o jornal O Dia, que está nos calcanhares do Globo.

E a Ongoing pode perfeitamente comprar o SBT.

Aí, será um horror para a Globo:

A Ongoing de um lado e a Record de outro.

O PiG (**) brasileiro é original.

O PiG (**) é cosmopolita, internacionalista, a favor da abertura da economia, defensor da livre concorrência e da eficiência empresarial.

Tanto assim que a Folha (*) se tornou sócia desses mesmos portugueses no UOL.

Agora, quando a concorrência se aperta, o PiG (**) volta ao que sempre foi:

Monopolista, oligopolista e medíocre.

O grupo Ongoing também é, como todos sabem, quem controla a BrOi.

Como já disse este ordinário blog, os portugueses hoje fogem para o Brasil como Dom João VI fugiu de Napoleão.

Não há nada que o PiG (**) e a Folha (*) possam fazer.

(*) Folha é um jornal que não se deve deixar a avó ler, porque publica palavrões. Além disso, Folha é aquele jornal que entrevista Daniel Dantas DEPOIS de condenado e pergunta o que ele achou da investigação; da “ditabranda”; da ficha falsa da Dilma; que veste FHC com o manto de “bom caráter”, porque, depois de 18 anos, reconheceu um filho; que matou o Tuma e depois o ressuscitou; e que é o que é, porque o dono é o que é; nos anos militares, a Folha emprestava carros de reportagem aos torturadores.

(**) Em nenhuma democracia séria do mundo, jornais conservadores, de baixa qualidade técnica e até sensacionalistas, e uma única rede de televisão têm a importância que têm no Brasil. Eles se transformaram num partido político – o PiG, Partido da Imprensa Golpista.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...