sexta-feira, 17 de dezembro de 2010

BARÕES DA MÍDIA GOLPISTA VENCEM AÇÃO CONTRA BLOGUEIROS


FICA NOSSA SOLIDARIEDADE AO LINO BOCCHINI E SEU IRMÃO, QUE NO ENTANTO PERDERAM AÇÃO NA JUSTIÇA EM PROL DA FAMIGLIA FRIAS.

Por Alexandre Figueiredo

A 5ª Câmara de Direito Privado do Tribunal de Justiça de São Paulo (TJ-SP) julgou improcedente o Agravo de Instrumento dos irmãos Mario e Lino Bocchini, que pedia a derrubada da liminar que retirou o blog Falha de S. Paulo do ar, há dois meses.

Por três votos a zero, os desembargadores Silvério Ribeiro (relator), Antonio Carlos Mathias Coltro e Erickson Gavazza Marques, que presidia a sessão, decidiram a favor da Folha de São Paulo, que se sentiu prejudicada pelas paródias publicadas no blog dos Bocchini.

O processo seguirá na Justiça, e em primeira instância ele será julgado por Nuncio Teophilo Neto, o mesmo magistrado que concedeu liminar à famiglia Frias para retirar o blog dos Bocchini do ar. A alegação foi que o blog representava um "caso de concorrência parasitária", sobretudo a partir do nome, um trocadilho com o famoso periódico paulista, de "preciosos" serviços prestados à ditadura militar.

Teophilo Neto é também diretor da Faculdade de Direito das Universidades Mackenzie, a mesma que, em 1968, foi reduto de estudantes reacionários que, ligados ao Comando de Caça aos Comunistas, fizeram gozações e agressões contra estudantes de Filosofia da USP (cujo prédio era vizinho ao da faculdade da Mackenzie), chegando a matar um deles.

Em segunda instância, o processo será julgado pelos mesmos magistrados que julgaram improcedente a ação dos irmãos Bocchini para derrubar a liminar contra o blog deles.

Esse episódio é um exemplo da truculência da mídia golpista, que, quando a lei está em seu favor, a defende, mas em nome de seus interesses, é capaz de cometer atos ilegais, seguindo o exemplo da própria ditadura militar que, apoiada por essa mídia, rasgou a Constituição de 1946 com seus atos institucionais e uma outra constituição anti-democrática.

Pior é que a Folha de São Paulo fala em "liberdade de expressão", em "liberdade de informação", posa de "imprensa moderna", se passou, por muitos anos, como "paradigma do moderno jornalismo brasileiro", mas ultimamente se comporta como se fosse um pergaminho medieval a serviço da nobreza e do clero.

Lamentável. Fica nossa solidariedade aos irmãos Bocchini e esperamos que eles um dia consigam vencer essa batalha.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...