quinta-feira, 14 de outubro de 2010

A GLOBO É BOBA DE FALAR DO ACIDENTE COM A PLATAFORMA P-36?



Por Alexandre Figueiredo

No Bom Dia Brasil de hoje, pegando o gancho do drama dos mineiros do deserto de Atacama, no Chile, resgatados nos últimos dois dias, relembrou dois grandes acidentes envolvendo trabalhadores.

Um deles foi o acidente com a Apolo 13, nos EUA, em meados de 1970, quando a explosão de um tanque de oxigênio deixou três astronautas em perigo. Esforços de resgate conseguiram salvar a vida dos três.

Outro foi o acidente com o submarino russo Kursk, em agosto de 2000, com 118 tripulantes a bordo. Apesar dos esforços de resgate, todos os ocupantes do submarino morreram.

Mas a Rede Globo não seria boba de mencionar a tragédia da plataforma P-36, na bacia de Campos (RJ), em 15 de março de 2001. No acidente, 11 trabalhadores morreram. A omissão, que pode parecer "mera coincidência", se deve porque o acidente ocorreu durante o governo de Fernando Henrique Cardoso, que na época preparava uma mudança, felizmente abortada, do perfil da Petrobras, que seria privatizada e transformada em Petrobrax, sob a presidência do francês Henri Philippe Reichstul.

Nessa época a Petrobras adotou a "flexibilização do trabalho", projeto que, na prática, promove a sobrecarga profissional e redução no quadro funcional, e isso fez com que o trabalho estressado provocasse o acidente que matou 11 funcionários do setor de emergência.

Em outras palavras, a Globo não iria mesmo relembrar de algo que compromete os interesses demotucanos dela e dos demais veículos da mídia golpista.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...